domingo, 24 de outubro de 2010

O Universo de Stephen Hawking

Nesta série de imagens ilustrativas, o ciêntista Stephen Hawking descreve como seriam algumas espécies de animais que se desenvolveram em outros planetas com ambiente diferente da Terra.

Imagem de uma criatura semelhante a uma lula

Uma criatura semelhante a uma lula alimenta-se no fundo do oceano salgado que poderia existir abaixo da crosta congelada desta lua de Júpiter. Europa é o único astro de grande porte, além da Terra, que pode conter volumes de água capazes de sustentar a vida. Se existirem organismos neste mar eternamente escuro, eles devem apresentar características das criaturas das regiões abissais dos oceanos da Terra, incluindo bioluminescência e uma cadeia de nutrientes estabelecida ao redor de fontes hidrotermais.


Planeta Terrestre: Herbívoros

Em um mundo imaginário semelhante à Terra, animais alienígenas valem-se de suas enormes trombas, parecidas com aspiradores, para extrair comida da superfície rochosa. Organismos em planetas distantes da Terra podem parecer estranhos em aparência e comportamento, mas os caminhos bioquímicos e as estruturas corporais necessárias à vida provavelmente são constantes - dentro de um determinada variação - em todo o Universo. Em uma atmosfera e gravidade semelhantes às nossas, estes animais se alimentam e se movem de forma muito parecida com a de seus colegas da Terra.

Planeta Terrestre: Herbívoros

Um close-up do animal alienígena de Hawking revela a enorme tromba usada para arrancar plantas simples, além de duas patas com três dedos que oferecem mobilidade e sustentam o corpo volumoso. A tromba e as pernas são equipadas com estruturas de fixação que permitem aos animais se alimentar em superfícies verticais, como encostas íngremes.

Planeta Terrestre: Herbívoros

A forma deste herbívoro alienígena de Hawking inclui olhos localizados nas laterais da cabeça, uma característica existente na maioria dos animais herbívoros da Terra, o que lhes confere um campo de visão mais amplo e melhor detecção de predadores. Os olhos dos animais alienígenas seriam mais sensíveis aos comprimentos de onda específicos criados pela combinação singular da atmosfera planetária e do tipo estelar.

Planeta Terrestre: Predador

Um trio de caçadores alienígenas de Hawking se prepara para atacar uma manada de herbívoros. Como a maioria dos carnívoros da Terra, eles possuem visão binocular e seus corpos são moldados para a velocidade e a ação rápida. Estas criaturas também possuem membranas entre as patas dianteiras e traseiras para planar, além de um par de ferrões venenosos que eles usam para subjugar a presa.

Planeta Terrestre: Caça

Os predadores alienígenas atacam um dos grandes herbívoros com vários golpes de seus ferrões venenosos. A superfície do solo nesta imagem, na verdade, é a face vertical de uma encosta (note que um dos predadores cai para a morte no vale abaixo).

Planetas com temperaturas baixissimas

Foto de um animal alienígena sobrevivendo ao clima inóspito de outro planeta.

Gigante gasoso: Alienígenas da atimosfera

Em gigantes gasosos como Júpiter e Saturno, muitos cientistas - e escritores de ficção - imaginaram se a vida poderia se desenvolver e se manter em atmosferas tão densas e violentas. Este cenário imaginário mostra como seria a aparência provável de uma destas criaturas gasosas, apesar de um mecanismo plausível para a origem da vida em tais condições estar além do escopo das atuais investigações bioquímicas.

Gigante gasoso: Alienígenas da atimosfera

Se criaturas parecidas com dirigíveis vagassem pelas atmosferas pesadas dos gigantes gasosos, sua possível fonte de energia talvez fosse a habilidade de aproveitar as descargas elétricas de potentes relâmpagos. Planetas como Júpiter são conhecidos por suas grandes tempestades elétricas, provavelmente geradas em uma camada de vapor de água abaixo das camadas mais externas de nuvens de amônia.

Viajantes do espaço alienigenas

O Universo provavelmente abriga formas de vida que dominaram os desafios das viagem espaciais. Nesta imagem, uma frota de alienígenas "nômades" entra em um buraco de verme aberto com tecnologias que estão além da compreensão humana.

Alienígenas viajantes do espaço

Realizar façanhas como abrir buracos no espaço-tempo exigiria uma enorme quantidade de energia. Uma das fontes desta energia, sugere o Professor Hawking, é a habilidade de extrair e concentrar a energia das estrelas com um conjunto de coletores do tamanho de planetas.

Alienígenas viajantes do espaço

Um conselho que o Professor Hawking não se importa de compartilhar revela uma visão menos expansiva da exploração espacial: talvez seja melhor manter em segredo a nossa localização, em vez de nos mostramos tão ansiosos em fazer contato. Levar nossas mensagens de curiosidade e paz através das estrelas pode apenas facilitar que uma operação de mineração de alienígenas avançados invada a Terra.

Créditos: DCL | Darlow Smithson Productions Ltd.

Fonte:
http://www.discoverybrasil.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Wordpress Themes | Bloggerized by Free Blogger Templates | Macys Printable Coupons